segunda-feira, 15 de março de 2010

The Good Wife 1x16 - Fleas

Episódio: Fleas (1x16)
Data de Exibição: 09/03/2001



The Good Wife é aquele tipo de série que a cada episódio que se assiste você diz “nossa é o melhor até agora!”. E isso se mantém até a próxima semana, quando o novo episódio desbanca o anterior. Não são muitas séries que podem se dar ao luxo de agradar ao público a cada episódio lançado.
Fleas não foi diferente. Quero dizer, em qualidade, porque como episódio foi um pouquinho (só um pouquinho) atípico, em especial porque colocou Alicia como elenco de apoio e não como a atração principal. Eu gostei do destaque que foi dado a Will, permitindo-o mostrar o bom advogado que é. Os seus embates com a juíza federal foram brilhantes e mais uma vez ele provou que é teimoso como uma mula (já começando por aceitar defender o advogado indiciado, por simples provocação ao promotor).
E Fleas também sedimentou uma atitude que se percebia desde o início: Alicia tem um caráter fenomenal e um senso moral impecáveis, mas ela é sobretudo advogada e como tal, está disposta a tudo (dentro do razoável legal) para defender os interesses do cliente.
Outro que está disposto a aceitar clientes moralmente questionáveis é Will. Gardner & Lockart vem enfrentando problemas financeiro há um bom tempo e a hora dos cortes finalmente chegou. Objetos materiais são menos necessários do que efetivo humano, mas que dói abrir mão de certos luxos, dói. E foi por isso que Will brigou até o fim por aceitarem o traficante como cliente. Mas o interessante é que, embora tenha perdido essa batalha no final, a impressão que tive é que ele ficou aliviado porque as circunstâncias conspiraram contra a quebra da moral da empresa.
Seja como for, qualquer embate entre Diane e Will é sempre bem vindo, pois as cenas entre os dois são sempre excelentes e inevitavelmente nos fazem pensar.
Quem também nos fez pensar foi o Sr. Gold e a sua menção à conta do twitter @upriser7. Gostei muitíssimo da forma como o assunto foi tratado, e Alan Cumming foi uma adição muito feliz ao elenco da série. E Alicia perguntando a Cary, sem qualquer introdução mais elaborada, se era ele quem estava tweetando sobre ela foi impagável.
Estou, entretanto, um pouco temerosa com esse relacionamento de Zach e Becca. Que a garota não era boa coisa já estava implícito há muito tempo, mas eu ficaria muito feliz se não usassem do velho artifício da gravidez adolescente. Embora tudo indique que seja este o caminho que a série irá seguir, já que foi dado uma ênfase considerável às camisinhas guardadas no criado-mudo de Alicia.
Essas camisinhas, inclusive, foram (mais um) motivo de ciúmes de Peter. E a resposta de Alicia foi à altura. Se o marido já tinha a pulguinha atrás da orelha antes (eu também teria, porque embora Alicia seja um exemplo de retidão, entre Will e Peter, eu escolheria Will sem titubear), agora esta pulguinha se tornou um pulgão.

2 comentários:

naomi disse...

poutz, acabei me atrasando com th good wife e terei de baixar alguns ep até ficar em dia até com a exibição brasileira... porque é exatamente como vc disse, cada episódio supera o anterior e a gente fica ansiosa pelo próximo.

Valéria disse...

nossa, estou amando a série e esse episódio é um dos melhores... O Will está perfeito!! Josh Charles fazendo um grande trabalho!!! As discussões entre Diane e Will são ótimas e realmente nos fazem pensar muito. Eu entendo o ponto de vista do Will, ele é racional, a firma está c problemas... mas por outro lado, é complicado tb ser a favor da defesa de um traficante... Porém, no final, tb pude sentir um certo alívio da parte do Will... Não considero a opinião do Will falta de caráter, ele é um advogado, ele é racional... e se formos pensar tds têm direito mesmo a um advogado, a representação... mas, ainda é complicado... Enfim, essas questões morais, de certo e errado dá muito o q falar! Estou completamente fascinada pelo Will!!

Postar um comentário